Rua 1950, nº 1381 - sala 05 - Balneário Camboriú - SC
+55 47 33493956 / 47 999836343
contato@marciomoreiraturismo.com.br
Festas de outubro são termômetro para a temporada de verão em SC
Festas de outubro são termômetro para a temporada de verão em SC

Outubro é um mês diferenciado para o turismo em Santa Catarina. Marcado por festas típicas, seja relembrando a cultura alemã ou aproveitando a gastronomia que vêm do mar, o período não só movimenta economias locais como também serve de termômetro para empresários que estão de olho na temporada de verão.

Ainda sem uma projeção de quantos turistas devem vir ao Estado no mês que vem, entidades ligadas aos setores de serviços e comércio estão na expectativa de um bom momento para o Estado, principalmente por ser um ano de ‘entressafra’ política.

Além disso, o desempenho dos anos anteriores também anima. Segundo a Fecomércio-SC, no último ano o faturamento das festas de outubro teve alta de 8%. Na avaliação do vice-presidente de turismo da federação, Helio Dagnoni, a comparação entre 2017 e 2018 já foi positiva e agora, com um cenário mais favorável, o setor trabalha com margem de crescimento entre 4% e 5%.

— Agora o governo já está mais estabilizado, o pessoal já começou a fazer investimentos, já se sente mais livre. Tudo isso agrega para as festas de outubro em Santa Catarina, tudo isso vem para ajudar o comércio, gerar empregos, principalmente com as terceirizações nas festas. Além disso, as festas de outubro no Estado vem aumentando, hoje não é mais só a Oktoberfest. Temos a Oktober de Itapiranga, em Criciúma, temos a Fenarreco, a Marejada. Isso tudo agrega valor e traz o turista para SC — analisa Dagnoni.

Dados da federação referente a outubro de 2018, mostram que, em média, 9% dos estabelecimentos contrataram trabalhadores temporários para atender a demanda extra no período, sendo que o percentual foi maior em Treze Tílias (38,1%), seguido por Blumenau (20,9%) e Itapiranga (19%).

Tempo influencia nos resultados

Outro fator que também influencia diretamente no movimento registrado no Estado durante as festas de outubro é a oscilação do tempo. Segundo o presidente da Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Santa Catarina (Fhoresc), Estanislau Bresolin, sol e calor são indicativos de sucesso absoluto, já com a chuva, o movimento cai. Isso porque a tendência de comportamento dos turistas que visitam SC nessa época é aproveitar o dia no litoral e o agito das festas típicas à noite.

— Os finais de semana, ou quando tem feriado, sempre é muito atrativo, mas o movimento maior realmente é Blumenau. Balneário Camboriú também pega muito desse movimento porque muita gente fica por lá. Os ônibus, principalmente excursões, vão muito para Balneário e isso acaba refletindo no litoral quase todo, até para Florianópolis. Isso nos dá uma visão do que pode acontecer na temporada — projeta Bresolin.

Turismo regional é esperança para movimento positivo

As festas que ocorrem ao longo do mês de outubro tem como protagonistas os próprios catarinenses, mas a movimentação de paulistas, paranaenses e gaúchos também é um braço forte que movimenta a economia ao longo desse período. Presidente da Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Santa Catarina (Fhoresc), Estanislau Bresolin, estima que hoje o maior número de turistas costuma vir de São Paulo.

Ano passado, por exemplo, cerca de 6,3% dos visitantes que passaram pela Vila Germânica, em Blumenau, durante a Oktoberfest, eram paulistas. Uma parcela um pouco maior, cerca de 7%, veio de Curitiba, no Paraná.

A grande maioria do público, no entanto, é representada por turistas regionais: cerca de 40% dos festeiros era natural de Santa Catarina. A pesquisa que mostra um pouco do perfil dos festeiros foi feita internamente durante os dias da festa, ressalta a assessoria de imprensa da festa. Esse ano, no entanto, esse cenário pode sofrer mudanças.

— Como esse ano nós não vamos ter o feriadão porque sábado do dia 12 cai num sábado a nossa expectativa é manter o público entre 700 mil e 720 mil pessoas, um pouco acima do que foi ano passado, mas sem cravar números já que não ter feriadão tem um impacto muito grande. Estamos trabalhando outras formas de atrair o público de SC, que pode tomar uma decisão mais rápida, embora também estamos fazendo um trabalho em São Paulo e Curitiba, que são os dois maiores públicos fora de Blumenau — explica o secretário de Turismo e Lazer e presidente do Parque Vila Germânica, Marcelo Greuel.

Fora disso, o secretário pondera que a expectativa é bastante positiva tendo em vista até a movimentação nos hotéis em Blumenau, que segundo ele estão com carga completa. Ano passado, a rede hoteleira de Santa Catarina foi a que mais registrou alta por conta das festas de outubro, fechando em 4,1% de acréscimo, segundo pesquisa da Fecomércio-SC.

Segundo Bresolin, a Fhoresc já tem percebido um pequeno acréscimo esse ano com relação ao ano passado entre junho, julho e agosto, o que demonstra, segundo ele, uma estabilidade e um ganho com relação ao ano anterior.

— A nossa expectativa é de que outubro vá nesse rumo e que isso reflita em uma ocupação melhor — conclui.

Fonte: NSC Total

Deixe uma resposta